Archive Pages Design$type=blogging

Por que a Telefónica quer a GVT

A GVT é a empresa competidora que deu certo. Depois da privatização do Sistema Telebrás, em 1998, a Agência Nacional de Telecomunicações (An...

A GVT é a empresa competidora que deu certo. Depois da privatização do Sistema Telebrás, em 1998, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) vendeu licenças para as chamadas “empresas-espelho”, que viriam a competir em telefonia fixa com as ex-estatais.

A licença da GVT, que tinha como área original de atuação Estados das regiões Sul, Centro-Oeste e Norte, foi a última a ser vendida. Apesar disso, foi a empresa-espelho que alcançou mais sucesso. As outras duas, Vésper e Intelig, acabaram enfrentando problemas financeiros e sendo compradas, respectivamente, pela Embratel e pela TIM.

O modelo brasileiro de telecomunicações já previa que as concessionárias, originárias do Sistema Telebrás, iriam sem expandir geograficamente pela aquisição das empresas-espelho. A GVT, no entanto, acabou tendo uma trajetória diferente. Ela primeiro lançou ações na Bolsa e, depois, foi comprada pela francesa Vivendi, voltando a ser uma companhia de capital fechado.

A GVT acabou se expandindo para cidades nas regiões Sudeste e Nordeste construindo rede própria. Isso inclui cidades em São Paulo, Estado em que a Telefônica Vivo é concessionária de telefonia fixa. Com infraestrutura nova e equipes próprias de instalação e atendimento, conseguiu uma boa fatia de mercado nacional de telecomunicações, com 9,4% dos telefones fixos, 12,4% da banda larga e 4,2% da TV paga.




Em 2012, a Vivendi decidiu colocar a GVT à venda, três anos depois de comprá-la. Negociou com fundos de investimento e com a DirecTV, dona da Sky. Não foi para frente. A empresa francesa queria 7 bilhões de euros pela subsidiária brasileira, um pouco mais do que a Telefónica ofereceu agora. Uma alternativa, também estudada pela Vivendi, era a reabertura do capital da GVT.

A Telefónica tentou comprar a GVT em 2009, mas acabou perdendo a empresa para a Vivendi. Se a oferta atual for aceita, a Vivo passará a ter operações de telefonia fixa em várias das principais cidades do País, e ainda deixará de ter um competidor em mercados importantes de São Paulo.

Por não ter operação de telefonia móvel, a GVT não é capaz de oferecer pacotes que combinam serviços fixos com celular, como fazem concorrentes como Vivo, Claro e TIM. Esse é seu ponto fraco. Sua compra pela Telefónica seguiria o roteiro desenhado lá atrás para o cenário competitivo no Brasil, se a GVT não tivesse chegado antes a alguns dos principais mercados de São Paulo.

Como a operadora atua no Estado desde o ano passado, o negócio passou a ter impacto na competição.



Publicado originalmente no site LINK

Comentários

Comente
Nome

3G 4G 9º dígito Alfa e Ômega Aline Barros Ana Nóbrega Ana Paula Valadão ANATEL Anderson Freire André Valadão Antônio Cirilo APD APECOM App Apple Apple Music e Rdio Arianne Artista Assembléia de Deus Audiência da TV B Band Banda Larga Belo Horizonte Bianca Pagliarin Bianca Toledo Bíblia Billboard Biografia Biografias Bruna Karla C Cada Dia Cassiane Cassiane & Jairinho CD Eternamente Ceará Celular Central Gospel Music Chris Durán Chris Flores Claro Comunidade Internacional da Zona Sul Concursos Congressos & Conferências CPAD Crianças DT Cristo Vivo D Datena Deezer Diante do Trono Diários Associados Dicas dtoficial E e-Music Editora Vida Elaine de Jesus Entrevistas Especiais Estúdio DT Eu preciso saber Eyshila Facebook Família Famosos FazerDiferente Feliz FM Fernanda Brum Fernandinho Festa Nacional da Música Festival Promessas Flordelis Gateway Whorship Glossário Google Play Gospel Graacc Graça Music Grammy Latino Gravação DVD Guarani FM GVT Happy Hello Heloisa Rosa Hillsong Hoje em Dia Horário de Verão Igreja Igreja Presbiteriana do Brasil Igreja Presbiteriana Ebenézer Igrejas Info Internacional Internet IPB iPhone Israel Salazar Jane Gomes Jonas Vilar Jozyanne Judson Oliveira Juliano Son Kleber Lucas Lançamento Lançamentos Lea Mendonça Leo Portela Letras LinkInternet Livres para Adorar M Maranhão Marcha para Jesus Marco Feliciano Marine Friesen Mercado Fonográfico Microsoft Minas Gerais Ministério Nova Jerusalém Missões MK MK Music Música Música Gospel Músicas Musile Records Nada Temerei Nani Azevedo Nextel Nívea Soares Nokia Notícias Oi OniMusic orkut Os Dez Mandamentos P Paradas Paraíba Paraná PCUSA Pedras Vivas Pharrel Williams Pirataria Política Portabilidade Portais Pré-Pago Presbiteriana Priscilla Alcântara Quartel Design R7 Rayssa e Ravel Rede Globo Relembre Renascer Praise Rev. Augustus Nicodemus Rio de Janeiro Rio Grande do Norte Rondônia S Santa Geração São Paulo Sara Nossa Terra Sara Sheeva SBT Show Silas Malafaia Smartphones Som Livre Sony Music Gospel Soraya Moraes Spotify Streaming T Tecnologia Telefonia Telefónica Teleton Tendências & Mercado Teresina Tetelestai Thomas Nelson Tiago Louvize TIM Tipo Assim Tocantins Top10 Top50 Tragédia em Minas Turma do Cristãozinho Turnê TV TV por assinatura TV Record Twitter Universal Music Christian Universal Music Gospel Vanilda Bordieri Vida Cristã Vineyard Music Vivo WhatsApp Wi-Fi Wilian Nascimento Xuxa Xuxa na Record Youtube YouTuGospel
false
ltr
item
Creio: Por que a Telefónica quer a GVT
Por que a Telefónica quer a GVT
http://2.bp.blogspot.com/-FqmgQMSj98Q/VTbGtsK2YnI/AAAAAAAAAAw/64pudrtYC-8/s1600/gvt_telefonica_vivo.png
http://2.bp.blogspot.com/-FqmgQMSj98Q/VTbGtsK2YnI/AAAAAAAAAAw/64pudrtYC-8/s72-c/gvt_telefonica_vivo.png
Creio
http://www.creio.com.br/2015/04/por-que-telefonica-quer-gvt.html
http://www.creio.com.br/
http://www.creio.com.br/
http://www.creio.com.br/2015/04/por-que-telefonica-quer-gvt.html
true
6124541079935631235
UTF-8
Matéria não encontrada Todo conteúdo Leia + Resposta Apagar resposta deletar Por Início Páginas Matérias Ver tudo Recomendamos para você PUBLICAÇÕES Arquivo PESQUISAR Nenhum resultado encontrado Voltar ao início Domingo Segunda-Feira Terça-Feira Quarta-Feira Quinta-Feira Sexta-Feira Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Recentemente 1 minuto $$1$$ minutes ago 1 hora $$1$$ hours ago Ontem $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago semanas atrás